Volta Ciclística de Guanambi – Agosto 2017.

Esporte

Sábado, 12 de Agosto de 2017

Finalizada a terceira etapa da competição, todos os olhares voltam-se para o desempenho arrematador da equipe Naza Bikes.

A dupla vitoriosa, Robertinho e Rafael, acompanhados de Ulisses Gonçalves, Danilo Junqueira, o atual camisa vermelha Juarez Alves e o chefe de equipe Naza com sua esposa. Nada melhor do que sobrepor o Rio São Francisco nas primeiras posições da competição. Esse sentimento ocupou a mente do trio Robertinho Farias, Rafael Gomes e Juarez Alves, que treinaram ao longo de várias semanas para apresentarem o seu melhor desempenho nesta etapa. Juntos, os três ciclistas da Naza Bikes despontam como líderes e favoritos para as camisas vermelha, verde e azul. Após a terceira etapa consolidaram sua posição de destaque na II Volta Ciclística de Guanambi e abrem ampla vantagem sobre os demais ciclistas. Há poucos dias da quarta etapa – o tão aguardado Contrarrelógio Individual de Guanambi até a comunidade de Poções – a equipe Naza Bikes é a única que pode usar o tempo livre para preparar e testar estratégias para as etapas finais, em busca de resultados que permitam comprovar a superioridade da equipe e de seus atletas.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.2

LARGADA E PRIMEIROS QUILÔMETROS

Largada no Trevo de Zé Mineiro: ao todo, quase 40 ciclistas percorreram o trajeto na manhã de domingo. As equipes Pró-Bike e Naza Bikes alinharam seus melhores ciclistas para esta etapa. As demais – K Energy, Brocadores e AMA/14Bis – tiveram desfalques importantes e tiveram de realizar uma prova cujo objetivo era o de manter uma boa posição até a linha de chegada, para não comprometer o resultado pessoal na tabela geral. Assim, logo após a largada observamos a equipe Naza Bikes posicionada à frente do pelotão, sendo acompanhada por Rafael Leal, Maurício Barreto e Nego de Santo, todos dispostos a manter um ritmo forte ao longo dos 110Km.

Nos quilômetros 14,5 e 22 os ciclistas cruzaram duas metas azuis. Robertinho Farias, Nego de Santo e Mivaldo foram respectivamente os três primeiros, enquanto na meta 22 o domínio foi pleno da Naza Bikes: Robertinho Farias, Rafael Gomes e Juarez Alves faturaram os pontos. Nesta meta houve um incidente com os ciclistas Gaguinho Alves e Ulisses Guimarães, que foram prontamente atendidos pela equipe de saúde do evento. Danilo Junqueira, acompanhado pela equipe de saúde.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.3

AS METAS DE CARINHANHA

Além das metas azuis dos primeiros quilômetros (14,5 e 22, descritas anteriormente), os ciclistas tiveram de medir forças em mais sete metas, que atribuíram pontos para as camisas azul e verde.

Nas metas 28 e 38,5 novamente tivemos Robertinho Farias na primeira posição. Mivaldo e Rafael Gomes completaram a meta aos 28Km e trocaram as posições na meta seguinte. Assim sendo, ao cruzarem o trevo de acesso a Palmas de Monte Alto, o ciclista Robertinho colecionava os 8 pontos das metas azuis e os outros 8 pontos da camisa verde oferecidos até aquele momento.

A meta 45 foi uma reprise da meta anterior: Robertinho, Rafael Gomes e Mivaldo cruzaram nas três primeiras posições, nesta ordem. Logo adiante, entretanto, os ciclistas tiveram a Meta da Churrascaria do Ivan – Km 51, que atribuiu o dobro de pontos para a camisa verde. Esta meta foi superada por Rafael Gomes em primeiro lugar, seguido por Robertinho Farias e Mivaldo. No restante do percurso, os ciclistas tinham ainda as metas 56 (camisa azul) e as metas aos 63Km e 78Km. Robertinho e Rafael Gomes cruzaram as metas 56 e 63 nas duas primeiras colocações, respectivamente, sendo seguidos por Rafael Leal na meta 56 e por Mivaldo na meta 63Km. Na meta 78, Robertinho Farias, Juarez Alves e Rafael Gomes completaram nas três primeiras posições.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.4

Rafael Gomes e Gaguinho Alves, seguidos por Nego de Santo e Rafael Leal.

PELOTÃO DE AMIGOS

Nesta etapa de Carinhanha um pelotão formado por amigos iniciantes na modalidade speed, praticantes de MTB e ciclistas da categoria feminina largou minutos antes da largada das equipes da Volta Ciclística. Esse grupo heterogêneo aproveitou a oportunidade para realizar o mesmo percurso dos participantes da Volta Ciclística de Guanambi, seja em nome do bem-estar, da confraternização com amigos, ou em busca da camisa rosa na categoria feminina.

Nesse pelotão de amigos, mereceu destaque o desempenho de Bira – que completou o percurso em espetaculares 3h01min com sua MTB – e para Daniela Aquino, que cumpriu o percurso em 3h07min17”. Outros ciclistas, como Wilian, Higor Lélis, Neilde e a dupla Márcio Leal e Marcos Caires, de Urandi, abrilhantaram o evento com sua participação. Um grupo maior, composto por aproximadamente 10 ciclistas, também aproveitou a oportunidade e largou na madrugada com destino a Carinhanha. Este grupo recepcionou os ciclistas da competição em sua chegada na Ponte Guimarães Rosa. Márcio Leal e Marcos Caires, de Urandi.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.5

TABELAS DE CLASSIFICAÇÃO

Abaixo, as tabelas de classificação da terceira etapa, de classificação geral, e das camisas verde e azul. Adiante, a tabela feminina, com os tempos da etapa e classificação geral.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.6

IMAGENS DA TERCEIRA ETAPA

Equipe Pró-Bike, instantes antes da largada. O soberano Robertinho Farias recebe atenção de sua companheira. Léo Madeira defende sua posição na tabela geral. Tõe Lima e seu pupilo Rafael Leal, com Humberto Reis.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.7

FATOS E SURPRESAS

A terceira etapa da II Volta Ciclística de Guanambi proporcionou algumas surpresas aos participantes. A primeira das surpresas foi a grande participação de ciclistas da modalidade MTB, que aceitaram o desafio e compartilharam grandes momentos com os demais ciclistas

não somente ao longo dos 110Km, mas também após a chegada.

Ciclistas confraternizam em Carinhanha.

Um dos ingredientes que animou os participantes nesta etapa foi a presença de Maurício Barreto, que alinhou poucos segundos antes da largada e cumpriu os 110Km em exatos 2h51’32”, finalizando a prova na sexta posição. Gil Vasconcelos, Rafael Leal, Humberto Reis e Maurício Barreto.

Boletim da Volta Ciclística de Guanambi. Agosto de 2017, número 5. Pg.8

O QUE VEM POR AÍ

Finalizada a primeira metade da II Volta Ciclística de Guanambi, as equipes e seus ciclistas embalam com suas estratégias pessoais em busca dos melhores resultados. No calendário, seguiremos com um contrarrelógio individual (CRI) no trecho Guanambi-Poções, com 25Km, seguido da etapa Guanambi-Monte Alto-Guanambi, com 83Km, e terminando com a etapa Guanambi-Matina-Guanambi, com seus 72Km.

AGRADECIMENTOS

A organização da Volta Ciclística contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Guanambi para o retorno dos ciclistas, da Secretaria Municipal de Saúde para o atendimento aos ciclistas, e do Guatrans. Ainda, agradece ao apoio oferecido pelo 17° Batalhão de Polícia Militar. Ao contar com parceiros fortes, tornamos nosso evento mais robusto, seguro e agradável aos ciclistas participantes. Por colaborarem com a promoção dobem-estar, a organização agradece imensamente pela colaboração de nossos parceiros e apoiadores.

PRÓ BIKE SERIES

O evento Pró-Bike Series ocorrerá de 27 de novembro a 10 de dezembro e indicará qual é a melhor equipe de ciclismo da região. A competição será realizada em três domingos consecutivos, com pontos somados a cada etapa. A terceira e última etapa será um contrarrelógio por equipes, a ser disputada pelos seis ciclistas inscritos de cada equipe na competição. Promessa de adrenalina e disputa acirrada pelas melhores posições é o que se espera na Pró-Bike Series!

 

 


Por: Doutor Humberto Reis


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188