Pindaí: assassinato de Matheus completa dois meses sem solução.

Policial

Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2018

Mais um protesto foi marcado para sábado, 6 de outubro, na cidade de Pindaí, no Sudoeste da Bahia. Data que completa dois meses da morte de Matheus Ferreira Leão, de 18 anos. Este será o segundo desde que foi encontrado o corpo da vítima no dia 6 de agosto, na fazenda Ararica, zona rural de Pindaí.

De acordo com uma tia do jovem, uma pergunta segue sem resposta: “quem matou Matheus”?. A tia ainda criticou o silêncio das autoridades. “Estão confundido sigilo das investigações com o silencio das autoridades”, disse ela.

O que diz à polícia

A reportagem do portal Folha do Vale conversou com o delegado responsável pelo caso, Giancarlo Giovani Soares, na última quinta-feira (4). Ele informou à reportagem que todos os recursos disponíveis foram utilizados durante a investigação. “Sei que um crime como esse gera muita repercussão na cidade, mas estamos trabalhando para elucidar o crime”, disse ele.

Giancarlo afirmou que tinha 30 dias para concluir o inquérito, mas acabou pedindo mais prazo. Sem detalhar o delegado disse que trabalha com outra linha de investigação, por se tratar de um crime complexo. “A falta de testemunha dificulta os trabalhos, mesmo assim posso afirmar que estamos trabalho para prender o autor”, finalizou.

Na época, vários suspeitos foram ouvidos, inclusive existia uma hipótese de ter sido um crime passional. No decorre das investigações nada ficou provado. Crime Matheus desapareceu na noite de domingo, 5 de agosto, após sair para receber o dinheiro de uma dívida.

Crime 

Matheus desapareceu na noite de domingo, 5 de agosto, após sair para receber o dinheiro de uma dívida. Seu corpo foi encontrado na tarde do dia seguinte, por volta das 15h, na fazenda Ararica, em Pindaí, região Sudoeste da Bahia, com alguns ferimentos, aparentemente provocado por faca.

No dia 17 de agosto, familiares e amigos de Matheus realizaram uma passeata pelas ruas de Pindaí, pedindo justiça pela morte do jovem. O momento contou com cerca de 800 pessoas. No próximo sábado (6), será realizado mais um passeata pelas ruas da cidade. Desta vez a concentração será no Centro Comunitário e depois todos irão caminhar pelas principais ruas de Pindaí, clamando por justiça.


Por: Mateus Souza-Portal Folha do Vale


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188