MPF investiga suposto superfaturamento em contrato de R$ 2 milhões na gestão do ex-prefeito de Carinhanha.

Regional

Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019

Um inquérito civil foi instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) para investigar suposta fraude em um pregão eletrônico e superfaturamento na contratação de uma cooperativa de saúde pela prefeitura de Carinhanha, na gestão do ex-prefeito Paulo Elísio Cotrim, Paulo da Yonara (PT).

Conforme informação do MPF, a Cooperativa de Trabalho de Saúde do Brasil (COOSB) foi contratada pelo Executivo Municipal para prestar serviços de saúde hospitalar, atenção básica, vigilância à saúde, Centros de Atenção Psicossocial (Caps), laboratório e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo informação repassada ao portal Folha do Vale pelo órgão, foi publicado no Diário Oficial do Município, que o contrato firmado entre a Prefeitura e a COOSB foi de R$ 2.064.934,00. O serviço foi prestado entre setembro e dezembro de 2015, na gestão do então secretário de Saúde Ronaldo Moreira Teixeira Cassiano (PT), atual vereador.

Procurado pelo portal Folha do Vale, o ex-prefeito Paulo da Yonara não foi localizado para comentar o assunto, mas o espaço fica aberto para os devidos esclarecimentos. O vereador informou ao portal Folha do Vale que não fui notificado até o momento, mas se tiver alguma investigação ele não tem nenhuma preocupação.

“Não houve nada de ilegal e também não se utilizou todo o recurso licitado! Alem disso, todas as prestações de contas foram aprovadas tanto pelo Conselho de Saúde como pelo Tribunal de Contas sem nenhuma ressalva na área da saúde!”, finaliza Ronaldo.


Via Folha do vale


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188