Indústria vai mudar composição de alimentos para retirar sódio, diz ministério.

Saúde

Sexta-Feira, 16 de Junho de 2017

Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (13) que a indústria de alimentos vai fazer mudanças na composição dos produtos a fim de cumprir um acordo para reduzir a quantidade de sódio. A meta é retirar um total de 28,5 mil toneladas da substância dos alimentos industrializados até 2020. Nesta fase, o foco é reduzir sódio de pães, bisnaguinhas e massas instantâneas. Segundo o ministério, a medida reafirma um acordo de cooperação assinado junto à Associação Brasileira das Indústrias de Alimento (Abia) cujo prazo de vigência terminou em 2016. Agora, a pasta "renova" o acordo para os próximos cinco anos, com a possibilidade de incluir novos alimentos. De acordo com o presidente da Abia, Edmundo Klotz, na primeira etapa do acordo, entre 2007 e 2011, foi retirado o excesso de sódio dos alimentos. Na segunda, houve a substituição do sal tradicional por tipos de sal reduzidos em sódio, "algumas empresas usaram temperos naturais". Nesta nova etapa, a proposta é modificar fórmulas. "Demanda procedimentos mais complicados, como degustação e aceitabilidade", explicou Klotz. Por isso, segundo o ministro Barros, a redução do sódio deve ocorrer de forma lenta e gradual.





Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188