Defesa afirma que filho do prefeito de Carinhanha foi vítima de armação.

Regional

Terça-Feira, 13 de Junho de 2017

Eles armaram contra meu cliente, como explicar que um agente está armado e uma pessoa o desarma, em seguida atira numa pessoa e devolve essa arma para o agente. Não tem sentido essa história”, falou um dos advogados.

A defesa de Andrey Souza Costa (Negão de Piau) de 40 anos, ex-vereador e filho do prefeito de Carinhanha, Geraldo Pereira Costa, Piau (PDT), afirmou ao portal Folha nesta manhã que Negão é vítima de armação.

O empresário é acusado de ter atirado no Policial Militar Igor Fabian Pereira Santos de 29 anos, na madrugada do último domingo, 11 de junho, durante uma festa em um haras na zona rural do município de Janaúba, no Norte de Minas.

Conforme informou a Polícia Civil, o policial estava de folga e ao intervir em uma ocorrência, foi alvejado por um tiro na perna direita.

De acordo com a defesa, Negão não conhece o proprietário da arma, o Agente Penitenciário de 27 anos. “Eles armaram contra meu cliente, como explicar que um agente está armado e uma pessoa o desarma, em seguida, atira numa pessoa e devolve essa arma para o agente. Não tem sentido essa história”, falou um dos advogados. Ao portal Folha do Vale, o advogado afirmou que até o momento só foram ouvidos testemunhas de acusação. “Eles não ouviram nenhuma testemunha de defesa, vamos provar que Negão é vítima nessa história”, disse.

Piau afirmou ao portal Folha do Vale, que Negão está bem. “Negão é um cara que nunca se envolveu em confusão. Negão tem residência fixa e não tem passagem alguma. Tudo vai terminar bem”, concluiu Piau.


Via Portal Folha do Vale


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188