Acusada de matar homem em Guanambi conta detalhes de como ocorreu o crime.

Policial

Terça-Feira, 26 de Junho de 2018

Maria da Glória Silva Almeida, de 31 anos, a qual foi presa na manhã de domingo, 24 de junho, acusada de ter participado da morte do ex-companheiro, identificado como Antônio Carlos Silva Martins (Carlinhos), 43 anos, em Guanambi, no Sudoeste da Bahia, contou detalhes de como ocorreu o crime.

Em depoimento ao delegado Adir Pinheiro, Maria da Glória contou que conviveu com Carlinhos durante 15 anos, com o qual teve um filho, que hoje está com a idade de 12 anos. Após a separação, Carlinhos pagava uma pensão alimentícia no valor de R$ 100,00 com constantes atrasos. Além disso, havia uma desavença entre ambos por conta da divisão de uma casa, adquirida durante a constância da relação matrimonial.

Segundo o radialista Bonny Silva, Maria acusou o ex de chantagear e condicionar o pagamento da pensão em troca de relações sexuais. Recentemente, quando ela foi pegar o valor da pensão em uma praça no bairro São Francisco, em Guanambi, Carlinhos teria ameaçado Alessandro, o qual é atual companheiro de Maria da Gloria, com uma faca.

A partir desse caso, Alessandro decidiu matar Carlinhos, e com a ajuda de Maria, armou uma emboscada para a vítima. A acusada marcou de encontrar com a vítima em um lajedo nas proximidades do Residencial das Árvores. Segundo Maria, ao chegar ao local sugerido por ela, Carlinhos foi surpreendido por Alessandro, o qual desferiu um golpe de faca contra a vítima. Após o crime o casal fugiu, porém Alessandro resolveu voltar e conferir a morte de Carlinhos, na ocasião que retirou que retirou R$ 100,00 do bolso da vítima, decepando lhe os pés e mãos e queimando em seguida seus documentos e uma bermuda.

Maria da Glória foi conduzida a delegacia de Guanambi, onde se encontra presa. Alessandro ainda não foi localizado, mas é procurado pela polícia.

 


Por: Matheus Souza - Portal Alô Pilões


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188