À polícia, acusados disseram que queimam estudante guanambiense ainda vivo.

Policial

Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

 

Em conversa com o portal Folha do Vale na manhã desta terça-feira (12), o delegado Fabiano Aurich, disse que o motorista de aplicativo Hiago Evangelista Freitas, de 24 anos, foi queimado vivo após ser esfaqueado pela dupla identificada como Alexandre Cruz Brito (Xandy), de 21 anos, e Rodrigo Porto Oliveira Silva (Playboy), de 22 anos.

De acordo com o delegado, os acusados deram detalhes como mataram o estudante de Odontologia, na noite de quarta-feira (6), depois ser solicitado para levar um cliente até o município de Barra do Choça. O corpo de Hiago foi encontrado carbonizado na sexta-feira (8),  “Depois que saímos de Vitória da Conquista anunciamos o assalto usando um simulacro de arma de fogo. Posteriormente o levamos para outro local e golpeamos várias de faca, depois colocamos fogo nele ainda vivo”, teria dito um dos acusados.

A dupla foi presa no sábado (9) e autuada pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver. Rodrigo também responderá pelos crimes de associação ao tráfico de drogas, adulteração de sinal identificador e posse ilegal de munição. O delegado afirmou que os dois estão custodiados no Conjunto Penal de Vitória da Conquista.

Hiago desapareceu na quarta-feira (6), após ser solicitado para levar um cliente até o município de Barra do Choça, também no Sudoeste. Ele estava em um automóvel Chevrolet Onix cor chumbo, placa PKG 7h60.

 


Via Folha do vale


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188